Doenças da coluna

Home / Temas médicos / Doenças da coluna

Tamanho da letra
Enviar por e-mail
Como detectar a escoliose

   Sinais e sintomas

Nos estágios iniciais, os sinais e sintomas da escoliose são pouco exuberantes e requerem um examinador atencioso. Normalmente não é relatada dor em crianças com escoliose. Se a criança apresenta dor e escoliose, outra causa para a dor deve ser procurada, pois em geral a escoliose não causa dor.

SINAIS DE ALERTA EM ESCOLIOSE

Todas as vezes que a deformidade vertebral apresentar-se com características diferentes dos padrões mais comuns (sexo feminino, idade entre 10 e 14 anos, sem queixas de dor, com curva de lenta evolução e torácica esquerda), é necessária uma melhor investigação diagnóstica, pois pode haver uma doença causando a escoliose.
Os principais sinais de alerta são:
1. Meninos com curva de valor elevado
2. curvas atípicas e de valor elevado
3. Manifestações sistêmicas
4. Dor e sinal de comprometimento neurológico
5. Rápida progressão
6. Lesões cutâneas ao longo da coluna

NOTAS IMPORTANTES

1. Ainda não há evidências científicas de que programas de exercícios, manipulação vertebral ou RPG melhorem ou modificam a história natural da escoliose
2. nenhuma restrição deve ser feita para realização de qualquer  tipo de atividade física ou  esportiva
3. Na presença de história familiar para escoliose vertebral é recomendado o exame                                                           das crianças da mesma família.           
4. Curvas de menor valor (<20) são comuns, mas apenas três adolescentes do sexo feminino em cada  1000 possuem deformidade vertebral que necessitem de tratamento com colete ou cirurgia.


RISCOS DE PROGRESSÃO DA ESCOLIOSE NO ADOLESCENTE

GRAU DE CURVATURA                  IDADE      IDADE          IDADE                                                                             
(ÂNGULO DE COBB)                       10 –12        13-15            ACIMA DE 16

<20º                                                         25%            10%              0%                           
20º -30º                                                    60%            40%             10%
30º – 60º                                                  90%            70%             30%
>60º                                                        100%           90%             70%

 Dados gerados pela sociedade de pesquisa de escoliose, Chicago, Illinois, EUA.

 


O teste de Adams
O teste de Adams é a manobra semiológica mais utilizada e confiável para triagem de grupos populacionais com maior risco para o problema (Fig Teste de Adams). O teste consiste na pesquisa de assimetrias no dorso durante a flexão da coluna vertebral. Com a coluna flexionada, os lados direito e esquerdo da caixa torácica e da musculatura paravertebral são observados. Se há desvio lateral e rotacional da coluna, um lado aparecerá mais alto que outro. A presença de elevação assimétrica anormal no dorso caracteriza o teste positivo. A ausência de assimetria ou presença de assimetria mínima caracteriza o teste negativo.


Entretanto, deve ser enfatizado que o resultado positivo não significa necessariamente a presença de escoliose. Para confirmação, é necessário o exame complementar radiológico.

Quais são os sinais visíveis da escoliose?

• Cabeça não centralizada com o eixo do corpo.
• Um ombro mais alto que o outro.
• Omoplata mais alta e possivelmente mais saliente.
• Espaços desiguais entre o braço e o tronco (sinal do Talhe).
• Um lado do quadril mais evidente.
• Coluna com deformidade evidente.

A observação do dorso com o paciente na posição ortostática pode revelar sinais associados à escoliose. As assimetrias do nível da altura dos ombros, dos contornos escapulares e das distâncias dos membros superiores em relação ao tronco são manifestações freqüentes da escoliose (Fig Assimetrias e escoliose).

 
Escoliose como detectar
Por Dr. Jefferson Soares Leal
07/01/2009

 

Rua Padre Rolim, 815, CLÍNICA VÉRTEBRA Medicina e Reabilitação da Coluna. Santa Efigênia - Belo Horizonte - CEP 30130-090
Telefax (31) 3222-7587 / (31) 3245 2122 / (31) 3347 4007 - secretaria@jeffersonleal.com.br - jefferson@jeffersonleal.com.br

Este site segue o Código de Conduta da Health On the Net Foundation

*As informações sobre saúde contidas neste site são fornecidas somente para fins educativos e não pretendem substituir, de forma alguma, as discussões estabelecidas entre o médico e o paciente. O objetivo das informações é fornecer um suplemento para aqueles que desejam compreender melhor sua doença. Antes de fazer qualquer tipo de tratamento, você deve sempre consultar seu médico. É importante que você saiba que os avanços da medicina ocorrem rapidamente e algumas informações descritas aqui podem ter sido já modificadas.